Segurança

Uso correto da sinalização no acostamento evita acidentes

No acostamento é preciso sinalizar com o triângulo para que os outros condutores se antecipem e redobrem a atenção nas proximidades

Durante a viagem é possível que o motorista precise fazer uma parada emergencial no acostamento da rodovia. Imprevistos como falha mecânica ou pane seca podem acontecer no trajeto e o condutor deve realizar a parada com segurança no acostamento. Vejam as dicas e precauções que, uma vez adotadas, evitam acidentes e garantem a integridade do condutor, demais passageiros e outros usuários na rodovia.

Toda atenção é exigida na hora de sair da faixa de rolamento para o acostamento. É importante seguir pela faixa da direita e reduzir a velocidade gradativamente, jamais sair bruscamente da pista. Algumas rodovias, por conterem desnível entre pista e acostamento oferecem risco de perda do controle de direção do veículo se a manobra ocorrer em alta velocidade.

Outra atitude, que faz toda a diferença para a segurança do motorista e demais ocupantes, é sair do veículo parado. Na rodovia existe o risco de o automóvel ser atingido por outros. A dica é ficar no veículo somente se houver necessidade, mas sempre com o cinto de segurança afivelado. Ao descer do automóvel, nunca dar as costas para o fluxo de veículos, nem ficar entre o carro e a pista.

A atitude do motorista que quer escapar do trânsito intenso pelo acostamento, além de perigosa, pode pesar no bolso. Em 2014, a Lei nº 12.971, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503/97), tornou mais rígida a punição para a infração, considerada gravíssima e prevista no Artigo 202, com multa de R$ 957,70 – o equivalente a cinco vezes o valor da infração – e perda de sete pontos na CNH – Carteira Nacional de Habilitação.

“O motorista deve atentar-se de que o uso do acostamento deve ser feito apenas em casos em que realmente é necessário e que os cuidados para evitar qualquer tipo de acidente devem ser tomados nesta situação. Utilizar a sinalização e respeitar as normas de trânsito garantem um trajeto seguro para o condutor, passageiros e demais usuários da rodovia”, alerta o engenheiro de saúde e segurança da CART, Nivaldo Bautz.